Férias Coletivas: Aprenda como fazer o cálculo

Você sabe o que é férias coletivas? Em meio a pandemia que estamos vivendo muitas empresas já optaram em conceder o recesso para os colaboradores. No texto de hoje vamos mostrar como funciona o cálculo das férias coletivas.

Dentro de uma empresa, quem decide sobre as férias coletivas, é o empregador e não o funcionário, mas existem requisitos que devem ser cumpridos. 

Portanto, quem tem direito às férias coletivas? Todos os colaboradores que fazem parte do grupo (empresa, estabelecimento ou departamento) são abrangidos pelo recesso. Mas a empresa não é obrigada a conceder o benefício a todos. Ela pode determinar a parada apenas em algumas áreas.

Período concedido de férias coletivas

A mesma pode ser dada em 2 períodos diferentes, sendo:

  • Cada período deve ser de no mínimo 10 dias e no máximo 30 dias. 
As férias coletivas podem ser dadas a funcionário que não tem 1 ano na empresa?

O funcionário que não estiver por 12 meses na empresa, ele deve gozar das férias proporcionais ao seu tempo de casa. 

Como é feito o cálculo das férias coletivas?

É simples! O cálculo é feito igual ao das férias individuais. Veja um exemplo: 

  1. Salário base: R $ 4.500,00;
  2. Valor por dia 4.500/30 = R $ 150,00;
  3. Valor relativo a 10 dias = R $ 1.500,00;
  4. ⅓ Constitucional: R $ 1.500 + R $ 500,00 ( ⅓ de R $ 1500,00) = R $ 2.000,00.

Este resultado é sem os descontos INSS e IRPF.

E aí, gostou do conteúdo e deseja saber mais? Entre em contato conosco, queremos te ajudar!

Siga-nos no Instagram @orsalescontabilidade se preferir acesse o link: https://www.instagram.com/orsalescontabilidade/

Fonte: Jornal Contábil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.