Controle de Estoque: Porque devo realizar?

Pagamento de tributos no âmbito do Simples Nacional é prorrogado
5 de fevereiro de 2021
Quer montar a sua empresa? Conheça 7 planos de negócios importantes
8 de fevereiro de 2021

Controle de Estoque: Porque devo realizar?

O Controle de estoque de uma empresa é o lugar físico destinado ao armazenamento de produtos que serão vendidos. Ele está voltado à gestão do fluxo das mercadorias de entrada e saída.

Através do controle de estoque são registradas as informações de movimentação desses itens e também uma série de características dos produtos.

Ao realizar esse controle é possível saber a quantidade exata de cada item, o que facilitará o trabalho do setor de compras da empresa

Portanto, o controle de estoque viabiliza uma melhor organização das mercadorias, possibilitando assim guardar os produtos observando critérios específicos, como: tamanho, cor, peso e formato.

Normalmente o controle de estoques é executado por empresas que vendem produtos, seja de fabricação própria ou revenda, contribuindo na lucratividade do negócio.

Algumas empresas tratam esse assunto com certo descaso e a razão disso é atribuída à falta de conhecimento sobre como realizá-la efetivamente. Porém, a gestão de estoques é uma grande aliada das empresas que desejam crescer de forma sólida no mercado.

Ao realizar o controle de estoque, as empresas conseguem se sustentar a longo prazo, o que garante a eficiência nos processos e promove a redução de custos.

Quais são as vantagens de realizar um controle de estoque?

Embora seja uma tarefa trabalhosa, pode trazer uma série de benefícios para o seu negócio.  Veja algumas das principais vantagens em manter os estoques sob controle.

Organização e otimização do espaço

Um dos primeiros fatores observados em relação aos benefícios da gestão de estoques refere-se a melhor utilização do espaço físico onde as mercadorias são guardadas.

Além disso, como consequência da organização, fica bem mais fácil encontrar os produtos. No fim, isso contribui para tornar o trabalho da equipe mais produtivo e até mesmo agilizar o processo de vendas.

Integração com os setores de compras e vendas

Ao observar as empresas que possuem um controle rigoroso das entradas e saídas de mercadorias do estoque, é nítido a facilidade de identificar quais produtos precisam ser repostos para que não falte.

Se por um lado o setor de compras consegue se antecipar e repor de forma pontual as mercadorias em falta, o departamento de vendas tem os insumos necessários para mapear o comportamento de compra dos clientes e, com base nisso, elaborar estratégias comerciais mais assertivas.

Através da gestão e controle de estoque é possível identificar os períodos do ano em que determinados produtos são mais procurados. 

Preservação da saúde financeira do seu negócio

Uma vantagem  muito interessante do controle de estoque está relacionada à manutenção da saúde financeira da empresa.

Ao manter o equilíbrio entre a compra e venda das mercadorias, que de fato estão sendo procuradas pelo público, o setor financeiro da empresa também é beneficiado. 

Por sua vez, tais benefícios não se restringem apenas à compra de itens com melhor saída no mercado, mas incluem também a economia de dinheiro, que até então seria destinado à produtos que ficariam parados no estoque (gerando uma série de outros custos para a empresa), que posteriormente podem ser investidos em mercadorias com maior saída ou em outras áreas do negócio.

Com as informações sobre tudo o que está saindo, o gestor pode calcular o giro das mercadorias de forma organizada. Isso vai ser útil em futuras compras da empresa e vai ajudar a melhorar o aproveitamento do capital de giro da empresa. Além disso, obtém-se a segurança de que as mercadorias são realmente utilizadas e não desviadas.

3 dicas para um bom controle de estoque:

1. Faça um levantamento das mercadorias no seu estoque

É importante criar um inventário de todos os produtos estocados relacionando a quantidade e características de cada um deles.

Implantar o Inventário Rotativo. Nesse sistema, diariamente são escolhidos alguns itens para serem contados. As diferenças encontradas deverão ser comunicadas e investigadas.

É preciso que haja um controle rigoroso de tudo o que entra e sai da empresa, por isso certifique-se de registrar tudo, inclusive as datas de movimentação dos produtos.

2. Priorize o equilíbrio

Se tratando de estoques sempre deve-se trabalhar com uma margem aceitável para perdas. 

Analise com cuidado e estabeleça uma previsão para a quantidade limite de perdas por período. Em seguida, procure manter o equilíbrio sobre a quantidade de produtos estocados, para que não haja sobra de mercadorias ou falta.

3. Mantenha a oxigenação e limpeza do seu estoque

Algumas mercadorias possuem uma demanda menor comparado à outras, principalmente em períodos sazonais.

Dessa forma, é preciso buscar estratégias para dar vazão a esses produtos para que eles não fiquem parados no estoque gerando custos e ocupando espaços que poderiam ser melhor utilizados no armazenamento de mercadorias com maior saída.

Assim, a empresa consegue dar prioridade aos produtos que dão um retorno maior além de manter seu estoque oxigenado.

Na dúvida, Entre em contato conosco, e fale com um dos nossos contadores!

Siga-nos no Instagram @orsalescontabilidade se preferir acesse o link: https://www.instagram.com/orsalescontabilidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *